O coração é um órgão oco que funciona como uma bomba propulsora contrátil, órgão muscular que apresenta 4 cavidades: 2 aurículas (direita e esquerda) e 2 ventrículos (direito e esquerdo). Recebe e bombeia o sangue para todo o nosso corpo.

O sangue venoso, pobre em oxigénio chega a aurícula direita passa ao ventrículo direito e é enviado aos pulmões, onde o ar que respiramos é conduzido às células sanguíneas responsáveis pelo transporte do oxigénio, as famosas hemácias. Em seguida, esse sangue, agora rico em oxigénio, regressa ao coração, entra pela aurícula esquerda, passa ao ventrículo esquerdo e é enviado para todo o corpo.

Coração e a Medicina Chinesa (MTC)

Para a MTC, o coração faz tudo o que foi indicado acima, porém vai mais além que a anatomia e fisiologia, ele também abriga o Shen (Mente), que é dominada pela energia e pelo sangue, para estar bem. Uma mente em desarmonia provoca insónias, sonhos abundantes, comportamentos irracionais e até delírios.

Ainda na sabedoria chinesa, o coração é quem aquece o corpo, comanda o sangue e todos os vasos sanguíneos, o que fica fácil de entender pois o sangue é enriquecido e encaminhado para todo o corpo devido à força contrátil do coração. O sangue precisa dos vasos para chegar ao seu destino e cumprir a sua função.

O Meridiano do Coração

O meridiano ou canal energético do coração apresenta 9 pontos bilaterais. Começa na prega axilar, passa pela face interna do braço, segue pelo antebraço, cruza o punho na parte mais interna e vai terminar na extremidade medial do dedo mínimo.

É um meridiano de polaridade Yin, tem como meridiano acoplado o intestino delgado, pertencendo ao elemento Fogo.

Segundo o relógio circadiano da MTC, a hora a que o órgão está no seu máximo de energia é das 11:00 às 13:00. A título de curiosidade é dentro deste horário que ocorrem a maior parte dos infartos do miocárdio.

O meridiano age sobre o órgão, a circulação sanguínea, a temperatura do corpo e também sobre o psíquico. Se estamos eufóricos, hiperexcitados, sisudos ou fechados, é como se os movimentos cardíacos normais estivessem “desregulados”.

Sintomas de alterações energéticas do Coração:

Sintomas de Excesso de Qi (energia) – rosto avermelhado, dores no coração, dores na face interna do braço, superexcitação, insónia, etc…

Sintomas de Deficiência de Qi (energia) – rosto pálido, depressão, angústia e membros frios, etc…

Conselhos para um coração saudável:

Beber água;

Comer alimentos frescos e de preferência biológicos;

Caminhar 30 minutos por dia;

Meditar 10 minutos por dia;

Dormir pelo menos 7 horas por dia;

Pensar positivo;

Amar muito.

 

Seja feliz!

 

Odília Abreu

Centro de Acupunctura do Funchal

WhatsApp chat