A asma é uma doença inflamatória crónica das vias respiratórias, provocada por diversos estímulos (ácaros do pó, pólenes, poluentes atmosféricos, exercício, etc). A exposição a estes estímulos desencadeia uma resposta imunológica, que leva à inflamação das vias aéreas e, consequente, dificuldade em respirar. É uma doença que afeta pessoas de todas as idades e, quando não está devidamente controlada, pode impor limitações significativas à vida quotidiana dos doentes.

Os sintomas de asma estão associados a uma obstrução parcial ou à presença de mucosidade nas vias respiratórias, ambos contribuindo para o estreitamento dos brônquios e para a dificuldade em respirar. Em Portugal mais de 600.000 pessoas sofrem de asma crónica, com maior incidência nas crianças. 

Quando acontece na infância, a asma é associada a fraqueza hereditária, que consiste na deficiência dos sistemas de defesa do Qi (energia) do pulmão e do rim. Esta fraqueza faz com que o vento crónico se aloje nos pulmões, provocando broncoespasmos.

Asma tardia pode ser resultado de vazio de qi do pulmão e rim, e vazio de qi do baço e pâncreas. A alimentação irregular, excesso de trabalho e stress debilitam o baço, provocando mucosidades interna e êxtase de qi no fígado.

Tratamento da Asma com Medicina Chinesa

No tratamento da asma, como nas restantes doenças crónicas, a medicina chinesa procura combater as causas da doença e não apenas tratar os sintomas.

Fatores patogénicos externos, como o vento, estão presentes nos casos de asma. A identificação rigorosa destes fatores possibilita o estabelecimento de uma estratégia eficaz para o tratamento. A estratégia da medicina chinesa para o tratamento da asma baseia-se em expulsar o “vento”, eliminado assim o fator externo que está na origem da disfunção do sistema respiratório, tonificando o pulmão e os rins, fortalecendo-os.

Cuide de si.

Faça acupunctura.

Núria Basílio

Centro de Acupunctura do Funchal

Leave a reply